27 de setembro de 2012

Cat Lovers Day

Eu assumo! Faz exatamente 40 anos que eu tenho gatos na minha vida! 

A Rutha foi a responsável por me transformar em uma verdadeira amante de gatos! Antes dela era a minha mãe a responsável pela nossa gata Pitty que viveu 16 anos. Com a Rutha veio a dedicação e o amor incondicional pois mesmo nos piores momentos de sua vida em que eu a obrigava a engolir remédios e vitaminas, ainda assim ela me amava e exigia o meu colo e muito carinho!

Os últimos 15 anos da minha vida foram muito felizes admirando a beleza e o charme da minha Diva Prateada!

A minha fofa e preguiçosinha Pink também alegra a minha vida, até mesmo quando me obriga a acordar todas as madrugadas para abrir a torneira pra ela...

O quadro deslumbrante que a Érica Kamisaki pintou foi um presente da minha irmã Yara, vai me acompanhar pelo resto de minha vida e espero que meus filhos guardem como recordação do carinho e diversão que compartilharam durante todos esses anos.

O priminho Toni já está em casa descansando e sendo vigiado por sua família. Obrigada a todos pela torcida.

A última foto da Rutha em nossa vida foi ao lado da Pink, do Barum e da Luna. Espero guardar para sempre no meu coração esses momentos de paz e tranquilidade que passei ao lado deles.
Eu já combinei com a Yara que quando nós formos velhinhas (faltam só uns aninhos) vamos viver juntas numa casa cheia de gatos...

24 comentários:

  1. Que post lindo, só nao concordamos com essa historia de ficarem velhinhas!Vocês são lindas e maravilhosas...somos todas jovens no coraçao sempre! :)
    A sua foto com a querida Pink tá super!!! AMAMOS!
    GATINHAS as duas!
    purrs e beijinhos
    Léia e little LUNA

    ResponderExcluir
  2. Uns aninhos pra ficar velhinha?? Ai meus sais! Nem vou comentar...!

    No dia em que a Rutha morreu, eu estava em Caldas Novas passeando com meu marido, e navegando na net do hotel, eu nem acreditei no que li! Ela já tinha conquistado muitos fãs. Com certeza ela ficará eternizada por toda blogatosfera, ninguém jamais a esquecerá! O quadro é uma jóia de família, e merece ser passado por várias gerações, assim como a história da grande Diva Prateada.

    O Toni está se escondendo em meio aos gatinhos da almofada, eu quase não tinha o reconhecido! Foi uma boa camuflagem!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Que bonito, y que guapos estáis todos en las fotos :)

    Nosotras no somos muy amantes de los gatos precisamente, pero si fuera por nuestra bipe ya nos habría metido uno en casa, ¡le encantan!

    Muchos lametones, ¡guau guau!

    ResponderExcluir
  4. Laís adorei a sua foto com a pink, você esta ótima. O quadro foi uma excelente lembrança dessas gatinhas tão especiais.
    Posso ser vizinha de voces na casa cheia de gatos do futuro?
    Estou muito contente que o Toni voltou para casa.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Laís, posso imaginar a falta que a Rutha lhe faz. Que bom que você tem os outros peludos pra te fazer companhia. Fico feliz em saber que o Toni já está em casa, que ele melhore cada vez mais. Também quero viver numa casa cheia de gatos...hehehehe

    Beijos, Néia

    ResponderExcluir
  6. opa! se quiserem mais parceria pra geriatria gatística, tô na área1

    ResponderExcluir
  7. Que lindo esse post!!!
    Uma verdadeira chuva de amor e felicidade!!!!
    Esses peludinhos realmente mudam a nossa vida pra muitooo melhor não é?! Amoo de forma incondicional!!!!

    Que bom que o priminho Toni está bem! Agora é só descansar para ter uma ótima recuperação!!!!

    Super beijos e linda noite Laís!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Laís.
    Fiquei emocionada. Também guardo em meu coração... com muito carinho, todos os peludinhos que já passaram por minha vida. Sei que a dedicação e amor que tive e tenho por eles os conduziu para um lugar encantado, não sei onde, mas sei que existe. A Rutha deve estar neste lugar também.
    Adorei o quadro, muito lindo.
    Coisa mais querida a Pink... adoro essas poses que eles fazem. Os gatos são muito fotogênicos e desconfio que eles sabem disso.
    Feliz que o primo Toni esta em casa, nada melhor que a casinha da gente para se recuperar.
    Beijos, amiga. Fique bem, fique com Deus.
    Sô.

    ResponderExcluir
  9. Lindo post, tanto amor e carinho é muito bonito de se ver.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Laís, queria ter uma irmã que também amasse os gatos como eu. Assim poderíamos também encher a casa de gatos quando ficássemos velhinhas...
    Esse quadro lindo realmente eternizou as queridas Rutha e Pink e todas as histórias vividas ao lado dessas fofas e dos outros peludos.
    Que ótima notícia o retorno do Toni pra casa. Agora é se cuidar e continuar alegrando a casa e a vida da Yara.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. A minha Dona gostou muito do post ! ela também gosta de gatinhos..... mas é mais fã de cães... nota-se, não é ???

    Pink, preciso da sua ajuda ....eu já estou a treinar para subir na oliveira. Está um pouco dificil, parece que o meu traseiro é um pouco pesado (não que eu seja gorda, até sou muito elegante) mas não sei.... estou tendo alguma dificuldade.... você não poderia dar mais umas dicas para mim ???? eu gostava tanto de ter um posto de abservação mais alto que a minha rocha favorita .....

    Lambidelas
    Iris

    ResponderExcluir
  12. Happy cat lovers day. Really sweet post. We wend love to Toni and wish a speedy recovery. Have a fabulous Friday.
    Best wishes Molly

    ResponderExcluir
  13. Como pode um bichinho tão pequeno causar tantas mudanças na gente, e deixar uma marca tão grande. Nós também tínhamos uma persa azul creme, a Biscuit, ela morreu aos 17 anos. Foram precisos 4 gatos pra preencher o vazio que ela deixou. Pink você ficou linda retratada na pintura. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Lais, lidas tuas palavras e muito boa a ideia de quando envelhecerem tu e tua irmã irem morar numa casa cheia de gatos. Estou nessa já fazem dez anos e se envelhecer, certamente eles estarão me rodeando ainda... e olhe que já sou sexagenária!
    Que bom que o Toni já está em casa.
    Beijinhos,
    Beth

    ResponderExcluir
  15. Que coleccion de bellezas y que amor en la familia para esos entrañables peluditos .Cariños de Inocencia.

    ResponderExcluir
  16. Que bela retrospectiva, Laís!
    Me senti assistindo um filme ao ler um pouquinho sobre cada bichinho seu.
    Fico feliz com a recuperação do Toni! Iuuupiii!
    E eu também queria ter uma casa cheia de gatos...
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Una vida sin gatos no es una vida.

    jaja.

    ResponderExcluir
  18. É sempre bom lembrar os momentos felizes que passamos ainda mais com quem amamos né .lindas palavras Lais ,

    ResponderExcluir
  19. Ownnn que post mais lindo Laís.... é emocionante ver a Ruthinha....
    E seus pimpolhos todos!!!!
    Beijinho em vcs.... será que nessa casa de "velhinhas" tem lugar para cachorreira também??? rsrsrs

    ResponderExcluir
  20. Nós amamos o post, muito lindo mesmo, os animais realmente mudam os seres humanos, o amor incondicional que eles nos transmitem é sem explicação.

    Beijos e lambidas do He-Man, Theodoro e Fernanda.

    ResponderExcluir
  21. Lindos, há momentos que são eternos. Um beijão.

    ResponderExcluir
  22. que quadro lindo!!
    uma linda homenagem a elas!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  23. Os animais realmente têm o poder mágico, de nos transformar!
    Lindo quadro!

    ResponderExcluir