10 de novembro de 2010

Garfield em Preto e Branco

O precioso gatinho Martim ! 
A nossa amiga Ticca viu uma foto do Martim no blog e não sabia quem era ele e eu pensei que muitos amigos novos também não devem saber que durante quase 7 anos ele nos aterrorizou encantou com suas brincadeiras, mordidas, ronronices ensurdecedoras, poses inusitadas... tudo mais que fizeram dele um felino inesquecível e que tornou minha vida mais feliz !

Ele era filho da Pink e nasceu no dia 4 de outubro de 2002. Tentei doá-lo junto com seus irmãos mas ele encalhou nunca foi escolhido ! Depois de uma semana de muitos choros e promessas meu marido aceitou que ele ficasse em casa...mas fui culpada de cada travessura que ele aprontou, de todos os estragos que ele fez e principalmente do seu ronronar supersônico que nos perturbava todas as noites...

Ele era tão especial que gostava até do colo da Júlia ! A Rutha só vai no colo dela quando é agarrada à força...a Pink foge...



Ele era o gato-alfa da casa, todos o respeitavam e aceitavam sua companhia em todos os momentos !
 

 Todas as vezes que eu dava ração para o Barum, o Martim ia junto, provava a ração do prato do Barum, bebia a água dele e o Barum só observava...


Se não tivesse um colo disponível a ovelhinha Luna servia de cobertor...

Ele era um companheiro perfeito ! Estava sempre por perto e não descuidava de nada ! Olha ele aí me avisando que eu esqueci de fechar a janela do carro ! Sempre que eu esqueço de fechar a janela ou trancar o carro levo cada bronca...e o meu marido fiscaliza toda noite...

Minha foto preferida ! 
Nesta época nós morávamos na casa do Tarzan (recomendável para quem ainda não leu!) e tínhamos uma portinha na sala de tv para preservá-la da bagunça da bicharada...mas o Martim conseguia pular a portinha e se instalava no sofá...depois de arranhá-lo...

Foram quase 7 anos de muito amor e peraltices. No ano passado ele foi dagnosticado com insuficiência renal, ficou internado mas não sobreviveu...deixou muitas lembranças e poucas foto...
O Martim trouxe muita alegria e muita exaustão na minha vida, ele me obrigava a acordar várias vezes na madrugada para abrir a torneira para ele beber água, pra dar ração fresquinha, porque queria carinho, pra amassar pãozinho nas minhas costas ronronando...afinal ele dormia durante o dia e aprontava à noite...

16 comentários:

  1. KKKK... adorei o post e adoooooro Garfield rsrsr
    Bjussssss

    ResponderExcluir
  2. Sou doida pelo Martim!
    Me lembra o Rodolfo em cada detalhe, em cada mancha, em cada foto!
    Ele deve mesmo ter sido um ótimo companheiro:)
    Aquela foto do Martim com os cachorros da casa é linda mesmo!!!
    Beijos Laís!

    ResponderExcluir
  3. Qué pena me da saber que ya no está. Y mi Mami, que está leyendo conmigo, casi llora . seguro que siermpre será especial.
    Un saludo

    ResponderExcluir
  4. O Martim deve ter sido mesmo tudo de bom! Dá pra notar pelo carinho que você fala dele. Um gato ser respeitado e amado por cachorros não é pouca coisa não...né?
    Lambidas e beijos...
    Serena, Tommy, Mila e Su.

    ResponderExcluir
  5. Oh, meu Deus! Que gato mais lindo do mundo. Pena que, tão cedo, virou estrela. Vai ver está agora brincando com minha Mel.

    Gatos assim marcam mesmo as nossas vidas.

    Amei sua homenagem a ele.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  6. Muchos besos allá dónde estes!!
    Era precioso!!

    ResponderExcluir
  7. Que história linda!! Minha Pitcha também tinha problema nos rins e as complicações a levaram embora.

    Beijos! Néia

    ResponderExcluir
  8. Vaya gatazo impresionante!!!
    Una pena...
    Muchos besos a todos!

    ResponderExcluir
  9. Snifff!!! Sempre me emociono com histórias assim. =)

    ResponderExcluir
  10. ow q gostoso! adorei saber sobre o Martim!

    ResponderExcluir
  11. Adorei o Martin no carrinho de bebê rsrs que gracinha!!
    Laís do céu, se tem coisa que me deixa p. da vida é comentário de gente ignorante sobre gatos.
    Outro dia eu estava na feira de adoção da ONG de proteção aqui de BSB (onde eu adotei o zé) e estava com um gatinho mini no colo. Aí, passou uma mulher com a filha. A menina ficou de olho no gatinho que estava no meu colo e a mãe falou assim: "Não coloca a mão no gato!!!Se vc colocar vamos ter que lavar a sua mão!"
    A minha vontade era falar: "não coloca a mão no gato, senão vou ter que lavar o gato." Que raiva que deu. Por isso que falo que sou muito mais eles do que muita gente idiota!
    bjos pra vc e pra cambadinha toda!!!

    ResponderExcluir
  12. Que post mais querido, uma linda homenagem!
    Imagino a dor no coraçao e a tristeza nesse dia que o Martim foi pra "bridge"( como dizem aqui os amigos blogueiros), mas com toda certeza ele está lá com os anjinhos aprontando e brincando bastante!
    Abraços e purrs pra todos!
    Luna e mammy Léia

    ResponderExcluir
  13. Ô Laís, essas saudades que nos teimam em bater na porta do corção... mas o melhor de tudo é saber que amamos e fomos amados, não é mesmo!!!
    Beijos querida amiga, e muitas bitocas em seus peludinhos todos.
    E Viva o Rodolfo, he, he!!!

    ResponderExcluir
  14. ô fiquei triste..deve ser muito dolorido perder um bichano...
    Mais ficaram as boas lembranças né.
    beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oie...somos o casal de Avaré, cujos bichanos vc viu no blog da nossa filha gateira, o UMFILMEDOISGATOSEMUITADIVERSAO.BLOGSPOT.COM Obrigado pelo elogio quanto aos nomes de nossos felinos...BB KING, porque é negro como o mgo do blues...Etha James, dengosa como a cantora americana...Zuca vem da novela Cabocla...como ela...Lola porque é super colorida..e Moisés pq foi adotado num dia de chuva...como o original no rio Nilo..enfim..são muito amados...so dormem na cama coma gente...uma tribo...rss..abs e prazer conhece-la. obs..adorei seu blog..abraços dos paulistas BRUNO E CASSIA...

    ResponderExcluir